Sons
de Todas
as Cores

Projeto de combate ao racismo, à xenofobia, ao anticiganismo, à discriminação étnico-racial e a outras formas de intolerância

• As pessoas continuam a ser alvo de racismo, xenofobia e outras formas de intolerância apenas por causa de sua raça, cor, religião, descendência ou origem nacional ou étnica, orientação sexual ou identidade de gênero, deficiência, status social ou outras características.

• A música é um meio de elevada importância para a transmissão de uma mensagem, já que pode provocar vários estímulos, diversas emoções e memórias, que tornam a comunicação mais eficiente, contribuindo igualmente para o desenvolvimento social, pessoal, emocional, comunicacional, motor e cognitivo.

• Através do Sons de Todas as Cores, a música será o canal utilizado para a transmissão de uma mensagem de combate ao racismo, xenofobia, ao anticiganismo, à discriminação étnico-racial e a outras formas de intolerância.

 Brevemente mais informações

Há Vida nos Coretos

É possível que os Coretos sejam dos espaços públicos mais ignorados pelo português deste século. Passamos por eles como se fossem publicidade. Não ligamos e ficam-nos retidos na memória inadvertidamente, pela frequência com que aparecem, quer em aldeolas que as serras fizeram esquecer, quer em jardins urbanos das capitais de distrito.

Não fosse o seu nome, e se calhar nem saberíamos o porquê da sua existência. Desconfiaríamos apenas que deveria ter tido alguma razão de ser, caso contrário não teriam existido. Mesmo assim, eles aguentam-se. E alguns ainda têm o propósito de outros tempos.

Não são apenas espaços para as bandas locais darem canções ao povo, são também parte de uma identidade bem local, um pequeno orgulho das freguesias do país. O aparecimento dos Coretos na vida das gentes está intimamente ligado ao surgimento dos jardins enquanto espaço público.

O Festival Há Vida nos Coretos, é dirigido em especial às crianças e jovens e é uma forma também destes terem a consciencialização da importância da existência dos Coretos enquanto património arquitetónico cultural e da sua possibilidade de utilização de forma cuidada em atividades culturais.

Há Vida nos Coretos, é um Festival cujo palco central são os Coretos de Portugal, numa itinerância de norte a sul e que vai dar a conhecer novos talentos emergentes a nível local e nacional, na música, na dança, no teatro, nas artes plásticas e nas artes de rua.

Esta é também uma forma de promover o nosso património arquitetónico cultural e os Coretos são símbolos da cultura popular que devem ser reanimados e reabilitados em atividades culturais pelos mais jovens e pela população em geral.

One Step 4 Music Fest

Descobrir e promover o surgimento de novos talentos emergentes de bandas, cantores a solo, DJs e produtores de música eletrónica, bailarinos a solo ou em grupo de danças urbanas, intérpretes ou grupos de teatro musical, são alguns dos objetivos do Projeto #OneStep4MusicFest.